Entenda como é simples de tratar

Faça sua pré-avaliação agora
**Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

Quer dizer que você tem reparado algumas diferenças nos últimos tempos, como cabelo e unhas frágeis, cansaço ou dificuldade de emagrecer? 2

Esses sintomas podem parecer consequência do estresse do dia a dia que está abalando a produtividade e sua autoestima.

 

Mas talvez esse não seja o real problema e, sim, a tireoide!

 

Nós queremos te ajudar a entender o que pode estar acontecendo com você. Para isso, responda um breve questionário, clicando no botão abaixo. É super rápido!

 

**Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

 

Quero responder ao questionário agora!

Afinal de contas, o que é a tireoide?

É uma glândula que fica no nosso pescoço e tem forma de borboleta 3.

Ela ajuda a regular o funcionamento de vários órgãos, como: coração, cérebro, fígado e rins.

O que acontece quando a tireoide não funciona direito?

Se ela libera poucos hormônios, causa hipotireoidismo.

Em excesso, causa o hipertireoidismo 4.

O hipotireoidismo é muito comum entre as mulheres 5, 6. Muitas ainda não receberam um diagnóstico correto.

18 milhões

É o número estimado de brasileiros
que sofrem de hipotireoidismo 7, 8.

5 a 10

Vezes mais frequente nas
mulheres 9, 10.

10%

Das mulheres acima de
40 anos são afetadas 2.

Sintomas mais comuns:

Dificuldade para
perder peso 2

Pele
ressecada 2

Queda dos
cabelos 2

Unhas
quebradiças 2

Fadiga e
sonolência 2

Dificuldade para
engravidar 2

Intolerância ao
frio 2

Tem dúvidas se o que anda sentindo tem relação com a tireoide?

*Você poderá ficar com uma cópia em pdf das respostas.
Faça sua pré-avaliação agora
**Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

Se não for tratado adequadamente, o hipotireoidismo pode gerar:

Hipertensão

Hipertensão 11

Problemas cardiovasculares

Problemas cardiovasculares 11

Elevação de colesterol e/ou trigliceridios

Elevação de colesterol e/ou trigliceridios 11

Infertilidade

Infertilidade 11

Depressão

Depressão 11

Tenho os sintomas e quero fazer uma pré-avaliação!
**Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

Como eu
descubro se tenho hipotireoidismo?

Procure um médico que irá solicitar que você realize exames para identificar se possui alterações hormonais.

 

Exames de sangue: TSH - hormônio estimulante da tireoide e T4 livre.

Exame opcional: Ultrassom da tireoide.

E o tratamento?

Caso tenha um diagnóstico positivo, o hipotiroidismo é simples de tratar com reposição hormonal da tiroxina (T4) 4.

 

Para o sucesso do tratamento, é necessário tomar a medicação em jejum 12, uma hora antes do café da manhã ou 2h após a ingestão de alimentos. Também recomendamos acompanhamento médico constante para checar a necessidade de ajustar a dose do hormônio sintético.

Qual especialidade
médica devo procurar?

Um endocrinologista. Ele é o médico capaz de auxiliar você a ter um controle correto dos hormônios e do metabolismo 3.

 

Vamos dar o primeiro passo?

 

Sim, quero dar o primeiro passo, fazendo a pré-avaliação.
**Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

Referências

1. Zulewski H, et al. Estimation of tissue hypothyroidism by a new clinical score: evaluation of patients with various grades of hypothyroidism and controls. J Clin Endocrinol Metab. 1997 Mar;82(3):771-6.

2. Koehler VF, Reincke M, Spitzweg C. Hypothyreose – wann und wie behandeln? [Hypothyroidism-when and how to treat?] [published correction appears in Internist (Berl).2018 Oct 25].Internist (Berl).2018;59(7):644-653.

3. Portal da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM); acesso em Agosto/2020; disponível em: http://www.tireoide.org.br/o-que-e-a-tireoide/.

4. Maciel, Léa Maria Zanini et al . Hipotireoidismo congênito: recomendações do Departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Arq Bras Endocrinol Metab, São Paulo,v.57,n.3, p.184-192, Apr 2013.

5. Taylor PN, Albrecht D, Scholz A, et al. Global epidemiology of hyperthyroidism and hypothyroidism. Nat Rev Endocrinol. 2018;14(5):301-316

6. Brenta G, Vaisman M, Sgarbi JA, Bergoglio LM, Andrara NC, Bravo PP, et al. Diretrizes clínicas práticas para o manejo do hipotireoidismo. Arq Bras Endocrinol Metab. 2013;57(4):265-99.