Entenda como é simples de tratar

Faça sua pré-avaliação agora
**Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

Você sabia que o hipotireoidismo afeta o bom funcionamento do organismo, podendo prejudicar seriamente sua saúde se não for tratado 2 adequadamente?

Então, se mesmo com alimentação regrada e praticando exercícios físicos, você continua sentindo dificuldade de manter o peso e um cansaço excessivo 3, o problema pode estar na sua tireoide.

 

Nós preparamos um breve questionário com perguntas simples para ajudar na avaliação de seu médico.

 

**Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica. 1

 

Quero responder ao questionário agora!
Hipertensão

Hipertensão 2

Problemas cardiovasculares

Problemas cardiovasculares 2

Elevação de colesterol e/ou trigliceridios

Elevação de colesterol e/ou trigliceridios 2

Infertilidade

Infertilidade 2

Depressão

Depressão 2

Outros sintomas do hipotireoidismo são unhas, pele e cabelos frágeis 3, além de dificuldade para engravidar e intolerância ao frio. 3

 

Se você se identificou com tudo isso, fique calma!

 

O hipotireoidismo é simples de tratar.

 

Com o acompanhamento de um médico endocrinologista 4 e a medicação adequada, você será capaz de ter o controle correto dos hormônios e do metabolismo, melhorando o seu bem-estar.

 

Tenho os sintomas e quero fazer uma pré-avaliação!
*Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

A tireoide é uma glândula, com forma de borboleta 4, que ajuda a regular o funcionamento de vários órgãos, como: coração, cérebro, fígado e rins. Quando libera poucos hormônios, ela causa o hipotireoidismo; se produz em excesso, o hipertireoidismo 5.

Mesmo o hipotireoidismo sendo muito comum entre as mulheres 6, 7, muitas pacientes não recebem o diagnóstico correto e, consequentemente, não tratam as alterações hormonais, sofrendo uma piora do quadro clínico.

18 milhões

É o número estimado de brasileiros
que sofrem de hipotireoidismo 8, 9.

5 a 10

Vezes mais frequente nas
mulheres. 10, 11.

10%

Das mulheres acima de
40 anos são afetadas 3.

Por isso, é tão importante acompanhar como está o funcionamento da sua tireoide.

*Você poderá ficar com um cópia em pdf das respostas.
Quero fazer uma pré-avaliação!
*Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

Quais são os exames que o endocrinologista vai solicitar para diagnosticar o hipotireoidismo?

 

Exames de sangue: TSH - hormônio estimulante da tireoide e T4 livre.

Exame opcional: Ultrassom da tireoide.

Se eu tiver um diagnóstico positivo, como será o tratamento para o hipotireoidismo?

Você precisará tomar comprimidos³ para realizar a reposição hormonal da tiroxina (T4) 5.

 

Para uma melhor absorção, a medicação deverá ser tomada em jejum, uma hora antes do café da manhã 12 ou duas horas após a ingestão de alimentos.

 

É recomendável acompanhamento médico constante para checar a necessidade de ajustar a dose do hormônio sintético.

O hipotiroidismo, quando não tratado, diminui a qualidade de vida da paciente, prejudicando seu desempenho intelectual, no trabalho e no lazer 4.

Que tal dar o primeiro passo e responder um breve questionário para ajudar na avaliação de seu médico?

 

Sim, quero dar o primeiro passo, fazendo a pré-avaliação.
*Esta pré-avaliação é recomendada apenas como um auxílio à anamnese de um médico, e não apresenta qualquer finalidade diagnóstica 1.

Referências

1. Zulewski H, et al. Estimation of tissue hypothyroidism by a new clinical score: evaluation of patients with various grades of hypothyroidism and controls. J Clin Endocrinol Metab. 1997 Mar;82(3):771-6.

2. Chaker L, Bianco AC, Jonklaas J, Peeters RP. Hypothyroidism. Lancet. 2017;390(10101):1550-1562.

3. Koehler VF, Reincke M, Spitzweg C. Hypothyreose – wann und wie behandeln? [Hypothyroidism-when and how to treat?] [published correction appears in Internist (Berl).2018 Oct 25].Internist (Berl).2018;59(7):644-653.

4. Portal da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM); acesso em Agosto/2020; disponível em: http://www.tireoide.org.br/o-que-e-a-tireoide/.

5. Maciel, Léa Maria Zanini et al . Hipotireoidismo congênito: recomendações do Departamento de Tireoide da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia. Arq Bras Endocrinol Metab, São Paulo,v.57,n.3, p.184-192, Apr 2013.

6. Taylor PN, Albrecht D, Scholz A, et al. Global epidemiology of hyperthyroidism and hypothyroidism. Nat Rev Endocrinol. 2018;14(5):301-316

7. Brenta G, Vaisman M, Sgarbi JA, Bergoglio LM, Andrara NC, Bravo PP, et al. Diretrizes clínicas práticas para o manejo do hipotireoidismo. Arq Bras Endocrinol Metab. 2013;57(4):265-99.